10/09/2020

Setembro Amarelo: quem cuida de quem cuida?

A cada 11 minutos, um profissional busca ajuda psicológica

Longas jornadas de trabalho, sentimento de vulnerabilidade, chegadas e partidas de pacientes e pouco tempo com a família são fatores que afetam a saúde mental do profissional que atua na linha de frente no combate à Covid-19.

Arte: Rafaelly Barros

A cada 11 minutos, um profissional busca ajuda psicológica. Pensando nesse desgaste psíquico, o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), através da Comissão Nacional de Enfermagem e Saúde Mental, desenvolveu o programa Enfermagem Solidaria. No dia 14 de abril, o programa chegou a 2.533 atendimentos, atendendo mais de 130 profissionais por dia e conta com um atendimento 24h.
“A Covid-19 representa uma situação em que desconhecemos, pois não há estudos que nos embasem para termos uma noção de como elaatua diretamente. Mas os profissionais precisam de ajuda, pois todos os dias eles olham colegas indo embora, mesmo combatendo à covid-19, nós sabemos que estamos vulneráveis. Então, eles precisam de um tempo, porque a carga horaria foi multiplicada. A família funciona como uma rede de apoio e o emocional deve ser fortalecido todos os dias”, afirmou a enfermeira Liziane Castro, Coordenadora  NEP do Hospital da Criança de São Luís.

O Setembro Amarelo – O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio. O mês foi escolhido em razão do Dia Mundial da Prevenção do Suicídio, celebrado todo ano no dia 10 de setembro. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), são registrados cerca de 12 mil suicídios anualmente no Brasil e mais de 01 milhão no mundo, ou seja, a cada 40 segundos cerca de 800 pessoas tiram a própria vida todo ano. Por isso, ações preventivas são fundamentais para reverter essa situação.

As Redes de Apoio – O apoio emocional é fundamental, pensando nisso o Centro de Valorização da Vida (CVV) realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo de forma voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, e-mail e chat 24 horas todos os dias. O suicídio precisa ser combatido diariamente, não só no mês de setembro. Fazer dele um tabu, não vai ajudar quem mais precisa.
Para conhecer um pouco mais sobre a rede de apoio, clique aqui.

Onde buscar ajuda?
1- Projeto Cuidar em parceria com a Associação Comunitária do Itaqui Bacanga
(ACIB), conta com atendimentos psicológicos com valores acessíveis para
moradores da área Itaqui Bacanga, estudantes de escola pública e pessoas
inscritas no Cadastro Único (CadÚnico). Localizado na Av. Vaticano, Nº 09 – Anjo
da Guarda. WhatApp: 98 98354-1089 / 98 992020-1395

2- CAISCA Clodomir Pinheiro Costa – Anjo da Guarda

3- CAISCA D. João Farina – Filipinho

4- Universidades
– Plantão Psicológico (UFMA): Localizado na DPE/MA, Reviver. Funciona às
terças das 8h30 às 11h30.
– DAE (UFMA): Localizado na DAE, CEB Velho, Campus do Bacanga. Telefone:
(98) 3272-8662 (apenas para alunos desta Universidade).
– Núcleo de Psicologia Aplicada / NPA (UFMA): Localizado no CCH, Campus
do Bacanga. Necessita de cadastro realizado no início do semestre letivo.
– Plantão Psicológico da UNITI (UFMA): Localizado no CEB Velho. Funciona
às terças, quintas e sextas das 08h30 às 11h00. Atende adultos e idosos por
ordem de chegada. Telefone: (98) 3272-8616.
– Serviço de Apoio à Saúde (UFMA): Localizado no DAE – CEB Velho.
Funcionamento provisório nas salas do Serviço de Apoio Psicopedagógico.
Telefones: (98) 3272-8669 / 3272-8662 (apenas para servidores e docentes
desta Universidade).

– Clínica-Escola (Ceuma): Localizado no Campus Renascença. Necessita de
cadastro a ser realizado no local. Cobra valor fixo de R$ 10,00 por atendimento.
Telefones: (98) 3214-4257 / 3214-4204.
– Clínica-Escola (Pitágoras): Localizado no Campus Cohama. Necessita de
cadastro a ser realizado no local e aguardar retorno mediante disponibilidade de
vagas. Telefone: (98) 3878-8020.

5- Outros serviços
– Centro Paroquial Nossa Senhora da Conceição: Localizado no bairro do
Monte Castelo. Telefones: (98) 3312-2553 / 3312-2554.
– Policlínica Nossa Senhora do Carmo: Localizado no Centro. Telefone: (98)
3244-5219.
– Centro de Saúde Dom Antônio Farina: Localizado no bairro do Filipinho.
Telefone: (98) 3275-6464.

 

ASCOM/COREN-MA

Texto: Rafaelly Barros – Jornalista e Assessora de Comunicação

E-mail: [email protected]