22/09/2022

Paralisação da Enfermagem movimenta profissionais da Região Tocantina

A paralisação acontece após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de suspender a implantação do piso da categoria

Profissionais da Enfermagem amanheceram de braços cruzados em Imperatriz, Açailândia, Bom Jesus das Selvas e diversas cidades que compreende a região sul do Estado do Maranhão, nesta quarta-feira (21). A greve geral, convocada por entidades que representam a categoria, começou às 6 horas e encerrou na manhã desta quinta-feira, 22 de setembro.

A paralisação acontece após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de suspender a implantação do piso da categoria, aprovado em R$4.750,00, por 60 dias.

De acordo com o Conselheiro Regional do Coren-MA, Enf. João Marinho a categoria não aceita a suspensão de uma lei que já foi amplamente discutida tanto na Câmara Federal quanto no Senado.

“São mais de 30 anos que aguardamos a tão sonhada valorização da Enfermagem através de salários dignos para a categoria, não podemos recuar e muito menos desistir, essa decisão desrespeita os profissionais que deram a vida na pandemia”, destacou.

O movimento contou com a participação das Conselheiras Regionais do Coren-MA, Enf. Livia Bustamante e TE. Silvaneide Cavalcante, e também do Diretor Geral e Administrativo e da coordenação de Enfermagem do Hospital Regional Materno Infantil de Imperatriz: Júnior, Tassiana Brandão, Vanessa Benini, Nara coordenadora do CPN e Centro Cirúrgico.