03/12/2020

Cofen apresenta representação criminal contra Danilo Gentili

Apenas 29% das profissionais de Enfermagem se sentem seguras no trabalho. Apresentador vai responder por apologia ao assédio sexual

O Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) abrirá representação criminal contra o apresentador Danilo Gentili por postagem ofensiva à dignidade sexual das profissionais de Enfermagem e apologia ao assédio, realizada no twitter.

Em um momento em que profissionais arriscam suas vidas na linha de frente do combate ao coronavírus, é lamentável que tenham que lidar com apologia à agressão sexual, apresentada em tom jocoso. A profissão, composta por 85% de mulheres, representa mais da metade dos profissionais de Saúde no Brasil. A violência verbal, psicológica e até o assédio sexual fazem parte do dia-a-dia de grande partes dos profissionais. Apenas 29% de sentem protegidos em seus locais de trabalho, segundo dados da Pesquisa Perfil da Enfermagem (Cofen/Fiocruz).

“A Enfermagem merece respeito. Estes dados não são uma piada”, afirma o presidente do Cofen, Manoel Neri. “Já acionamos nosso departamento jurídico para responsabilização do apresentador”. A procuradora-geral do Cofen, Tycianna Monte Alegre, ressalta que além da representação criminal do Cofen, o apresentador está sujeito a ações individuais por danos morais, na esfera cível, que podem ser movidas individualmente por profissionais ofendidas.

Fonte: Ascom – Cofen