11/04/2019

Equipe do Coren-MA fiscaliza serviços de enfermagem do Socorrão II

Um relatório com as irregularidades encontradas será encaminhado ao Ministério Público do Maranhão.

Após uma denúncia anônima enviada ao Conselho Regional de Enfermagem do Maranhão, a equipe de fiscalização juntamente com a secretária da Junta Interventora do Coren-MA, Kheila Passos, realizaram, na manhã desta quarta-feira (10), uma vistoria nas dependências do Hospital Municipal de Urgência e Emergência Clementino Moura, conhecido como Socorrão II, em São Luís.

Segundo a fiscal do Coren-MA, Ana Paula Aroldi, a denúncia relatava que no Socorrão II, profissionais de enfermagem estavam trabalhando em um Setor de Ambulâncias, sob a supervisão de uma agente administrativa. “Na verdade, ao chegar no local, constatamos que a coordenadora do setor é uma enfermeira, identificada como Rosana Pereira. Ela supervisiona uma equipe composta também por 8 técnicas de enfermagem”, explicou Ana Paula.

Na denúncia as más condições das ambulâncias, como falta de oxigênio e insumos básicos, também foram relatadas. “Em conversa com a coordenação de enfermagem, foi constatado que existe apenas uma ambulância, para o transporte de pacientes considerados estáveis. E que, em casos mais graves, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) é acionado pela Unidade Hospitalar”, relatou Ana Paula.

A equipe do Coren-MA foi recebida pela coordenadora de enfermagem do Socorrão II, Ana Clotildes, que destacou a importância da visita da entidade na Instituição. “A fiscalização do Conselho é sempre avaliada de forma positiva, porque é um retorno que nós temos, para solicitarmos o que precisamos para trabalhar com uma assistência mais adequada. Com toda a orientação dada pelos fiscais do Coren-MA, eu vejo o órgão como um parceiro da enfermagem aqui nesta unidade”, enfatizou Clotildes.

“Para a diretoria do Coren-MA, acompanhar as fiscalizações é muito importante, haja vista que o número de denúncias que chegam para gente precisam ser averiguadas. E o trabalho de fiscalização continua, a Junta Interventora tem a finalidade de estar mais próxima do profissional de enfermagem, para que ele possa aprender com a gente, e que possamos somar com a categoria de todo o Maranhão”, finalizou a secretária da Junta Interventora do Coren-MA, Kheyla Passos.

Um relatório sobre as irregularidades encontradas no Setor de Ambulâncias será encaminhado ao Ministério Público do Maranhão (MPMA) para que sejam tomadas as devidas providências. Durante a visita, estiveram também presentes o fiscal do Coren-MA, Jurandy Leite e a coordenadora adjunta de enfermagem do Socorrão II, Zélia Maria Melo.