13/04/2018

Coren-MA entrega relatório com déficit de profissionais nas UPA’s ao MPMA

A UPA do Itaqui Bacanga lidera a lista com o maior déficit de profissionais da enfermagem

O relatório foi entregue ao promotor Herberth Figueiredo na sede das promotorias do MPMA

Após vistorias realizadas em todas as Unidades de Pronto Atendimento (UPA’S), da região metropolitana de São Luís, a diretoria do Conselho Regional de Enfermagem do Maranhão (Coren-MA) apresentou um relatório sobre a quantidade atual e dimensionada dos profissionais de enfermagem das UPA’S ao promotor da saúde Herberth Costa Figueiredo, na tarde dessa quinta-feira, em reunião realizada na sede das promotorias do Ministério Público do Maranhão (MPMA).

No documento feito pela Unidade de Fiscalização do Coren-MA consta que, de todas as seis unidades gerenciadas pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH) na capital, a UPA do Itaqui Bacanga lidera a lista com o maior déficit de pessoal. Dos 134 profissionais de enfermagem lotados na UPA, 46 são enfermeiros e 88 são técnicos de enfermagem. De acordo com o cálculo de dimensionamento baseado na Resolução Cofen nº 543/2017, que atualiza e estabelece os parâmetros mínimos para o Dimensionamento do Quadro de Profissionais de Enfermagem nos serviços/locais em que são realizadas atividades de enfermagem, a unidade deveria apresentar 65 enfermeiros (-19) e 126 técnicos (-38).

“O subdimensionamento é gritante e o risco alarmante, haja vista que esse déficit encontrado durante a fiscalização afeta não só a qualidade da assistência como também leva a risco a vida dos pacientes devido à sobrecarga de trabalho dos profissionais da enfermagem nessas unidades”, destaca o secretário do Coren-MA, Jamson Oliveira.

Na lista, em seguida vem a UPA do Araçagy com um déficit de 35 profissionais, depois a UPA do Vinhais (-28), a UPA da Cidade Operária (-16), a UPA do Parque Vitória (-11) e a UPA da Vila Luizão (-10). A fiscalização foi realizada no mês de março por solicitação do Ministério Público do Maranhão.

Na reunião estiveram presentes o secretário Jamson Oliveira, a coordenadora de fiscalização Lorena Lindoso, o conselheiro Marcus Marinho e os advogados Felipe Mendes e Johelson Gomes.